4 Fevereiro, 2016

Francisco Marques Teixeira

Francisco Marques Teixeira é apaixonado por neurotecnologia e todo o universo da tecnologia aplicada à saúde humana e ao auto-conhecimento.

Quantificar o Self através de sensores e a sua posterior análise em tempo real define o seu caminho e o seu objetivo a longo termo.
Esta fonte de conhecimento acerca da mente humana e sobre o nosso comportamento, devolvida a um cliente através de um meio imersivo e interativo completa todas as necessidades para uma eficaz otimização de performance e aumento cognitivo. Tenta compreender da forma como esta nova tecnologia, principalmente através da interatividade e da imersão, pode alterar o nosso cérebro e como é que a nossa mente se irá adaptar a este novo tipo de existência digital.

A sua experiência nas neurociências cognitivas, sociais, afetivas e computacionais e em técnicas como a neuroimagem e a electroencefalografia aplicadas à psicologia clínica e à investigação cognitiva deram-lhe ferramentas para trabalhar diretamente com clientes desde desportistas a altos cargos executivos.

Tem vindo a trabalhar com techies, designers, artistas, geeks, investigadores e hackers para ligar o cérebro ao meio digital e à Internet (IoT) de modo a que seja possível criar um mundo transhumanista e promover as interações cérebro computador (BCI) e cérebro-cérebro.

É diretor clínico do departamento de Neurofeedback no Instituto de Neurociências – Neurobios.

É também co-fundador da empresa MuArts, especializada em design de conceito e prototipagem de tecnologia criativa e inovação em neurotecnologia com o intuito de desenvolver experiências artísticas, performances audiovisuais, instalações, roupas e acessórios interativos comandados pelo cérebro.